Loucura e Derrotismo - Arte: Brian Alexander

Mais um dia na vida do coelho abandonado

A caça se entrega, o corpo traspassado

Minhas algemas, minha poesia perdida

Versos sangrados, unidos pela melancolia

Espalhados no caos

Velas no vento assassino

Palavras duras

Verdade nua e crua

Pane, pânico, seu coração engaiolado

Preso a outro mundo

Distante, separado

E a mim restando peças num quebra-cabeça

Peças que não se encaixam

Que não se criam

Que me deixam com a repetitiva sensação

De ser apenas mais um marcado

A marca ofensiva

Mais uma peça sem encaixe

Mais uma sem cor, sem resposta, sem perdão

Sempre buscando amor, liberdade

O calor, o complemento, a razão

E um pouco do tudo vigente até então

Mas só há naqueles restos

Traços da loucura e derrotismo

E engano a mim mesmo

Tentando encontrar a razão

Enquanto o mundo é tão descartável

Quanto o copo plástico em tuas mãos.