Corrosiva

Crônicas corrosivas e gestos de amor

Microcontos – Exercício Para Estimular Criatividade de Escritores

Escrever microcontos é um excelente exercício para estimular a criatividade dos escritores. Veja como este formato literário pode ajudar jovens autores.


Microconto é um formato de literatura que teve as redes sociais como seu principal trampolim. Seu objetivo é compartilhar histórias que não ultrapassem os 140 caracteres. Foi uma forma de introduzir a literatura em mídias onde o conteúdo é caracterizado pela instantaneidade. Devido sua característica, os microcontos são rápidos de serem escritos e, mais ainda, de serem lidos.

O formato literário gerou comunidades de entusiastas em todo o mundo. Há hoje uma grande quantidade de sites dedicados aos microcontos, reunindo escritores que submetem suas histórias contendo, no máximo, 140 caracteres.

Microcontos – Exercício Para Estimular Criatividade

É um grande desafio para autores escreverem uma história de 140 caracteres, no máximo, com os mesmos elementos de qualquer enredo: uma apresentação, um conflito e uma resolução. E tudo isto, obviamente, sendo coroado com a criatividade.

Escrever microcontos é um excelente exercício para estimular a criatividade dos escritores. E isto não apenas no tocante às histórias em si. Mas, a limitação de caracteres induz o escritor a escolher cada palavra com tamanhas seletividade e precisão que são desconhecidas ao escrever romances e contos tradicionais.

Benefícios de Escrever Microcontos

Na prática, de que forma o escritor é beneficiado com o exercício de escrever microcontos?

  • Melhora capacidade de se expressar com objetividade;
  • Aprende a cortar o que é irrelevante;
  • Identifica o que é realmente importante para construção de uma história, incluindo os detalhes ímpares;
  • Aprende a selecionar o que precisa ser claramente expresso em uma história e o que pode ser deixado subentendido para os leitores.

Escritores já testemunharam que, após o exercício de escrever microcontos, conseguiram se expressar melhor ao voltar para seus contos e romances. Afinal, a seletividade de palavras, a objetividade, a capacidade de cortar o irrelevante, a atenção aos detalhes combinados com a trama – tudo isso também é essencial em obras literárias mais longas.

Como Criar Um Microconto

MicrocontosPara aqueles dentre vocês que são jovens autores, o que acham de desafiar a si mesmos e estimular suas habilidades de escrita por criar um microconto? De forma bastante simplista, o processo pode ser definido assim:

  • Escreva
  • Pare
  • Corte
  • Continue

Lembre-se que os melhores microcontos são aqueles capazes de surpreender. Embora o espaço seja curto, você não faz ideia de quão encantadoras e envolventes podem ser as histórias de, no máximo, 140 caracteres.

Portanto, depois de concluir seu exercício, você pode compartilhá-lo com o mundo. Utilize suas redes sociais, ou envie-o para sites que aceitam e publicam microcontos. Também pode utilizar o espaço dos comentários abaixo para compartilhar suas pequenas histórias.

Exemplos de Microcontos

Para exemplificar tudo o que falei até aqui, leia alguns microcontos que escrevi enquanto realizava exercícios para melhorar minha técnica narrativa:

  • “Procurava por água, mas encontrou o grande amor de sua vida. Morreu de sede”.
  • “Queria escrever um livro que chocasse seus leitores. Escreveu sua biografia“.
  • “Costurou uma risada em seu coração. Gargalhava a cada palpitar”.
  • “O jovem amou-a como jamais havia amado. Na verdade, nunca havia amado”.
  • “O suicida pulou do décimo andar. Na metade do caminho, se arrependeu. Apertou rewind, voltou ao topo e foi ser feliz”.
  • “– O que este conto precisa para ser um microconto? / – Bom, não precisa ter pé nem cabeça, mas é essencial ter 140 caracteres ou menos. / – Que droga, então já era”.
  • “Entupia-se de comida, se embriagava, xingava, badernava, bolinava estranhas, batia o carro, e se desculpava: ‘É Natal, tempo de alegria’”.

Agora é sua vez

Quero te desafiar a escrever um microconto agora mesmo! Lembre-se: algo em torno de 140 caracteres.

Libere sua incrível criatividade e compartilhe aqui embaixo seus microcontos.

22 Comments

  1. Ruy Giraldes

    at

    Lendo isto pensei; preciso escrever, e não pensar. Mas se penso, escrevo, se escrevo, não penso, te faço pensar. Pensou?

  2. Um micro conto pode ser e talvez o seja – o tópico frasal -, mas algumas vezes excede a 140 caracteres.

  3. Dorisvaldo vianna

    at

    Pensei que estive morto vivo, mas um olhar me trouxe a vida
    Na verdade ao vê-la passar dia após dia me tirou de um coma
    Onde meu coração parecia não pulsar mais, mas hoje acelera cada vez que tenho sua imagem reproduzida em minha mente.
    Então suspiro ,e volto a realidade, pois isso é só o que posso ter, a sua imagem refletida em meus olhos.

  4. Rafael Lehnen

    at

    Era a melhor noite em São Leopoldo. Deixei meu quarto a 30 km e estava sentado numa cadeira na calçada da panquecaria.
    Sentia o queijo e o molho pesto na boca, mas o que realmente me dava mais vontade era a boca dela. Quanto mais eu olhava, mais eu queria. Aquele batom vermelho,… uma vontade enorme de beijar ela.

  5. Natalia

    at

    O engano!
    Depois de enfrentar tempestades, onde o frio cortou minha respiração, o vento dilacerou minha pele, a escuridão enfraqueceu meu ser.
    Eu que tudo fiz presa ao meu solipsismo, á minha covardia infinita!
    Acorrentei-me aos inquebráveis elos da angustia, constrangimento e humilhação.
    Fui correndo para um nada!
    Queimei todos os sonhos, apaguei todos os sorrisos do meu espelho, afastei a alegria como se repudiasse o trago amargo do fel.
    De tudo fiz e em nada fiquei!
    Depois consegui no meu corpo a ausência de mim… E gritei vitória!
    Tudo fiz por ti meu amo, meu mestre, meu guia!
    Finalmente meus olhos fecharam, deixei-me sepultar pelo peso do meu vazio!
    Foste tu o meu ultimo olhar. Dos meus olhos brotaram algumas silenciosas lagrimas só para te dizer adeus!
    E tu como sempre sorriste de forma vazia e segredas-te me: “bastavas ter dito não! E tudo teria sido diferente! Poderíamos ter sido bem-afortunados!”

  6. Baixou a cabeça para dizer que não vai contrariar o seu opositor.
    Levou as mãos ao peito para dizer que esta em missão de paz.
    Curvou o tronco para dizer que todos são bem vindo.
    Deu um passo atras para dizer que não busca ter vantagens.
    Ficou em silêncio para dizer que usa a sabedoria e não o sofrimento.
    Sorriu alegre para dizer que ajuda a si e ao próximo sem se apegar ao ego.

  7. Gabriel

    at

    Não sei, mas sou assim.

    Não sei, mas sou assim, louco, doido, talvez retardado.
    Não sei, mas sou assim, feliz, alegre, talvez deixo algumas pessoas felizes e alegres.
    Não sei, mas sou assim, chato, insuportável, talvez um apaixonado.
    Não sei, mas sou assim, escrevo pra ser feliz, sem medo de errar.
    Não sei, mas sou assim…

  8. Franciele

    at

    Ora, mas porque ela se sentia tão mal? Ele disse que a amava, se desculpou e amou-a loucamente. Não era isso que ela queria? Não. Ela queria ser feliz, e estar com ele estava lhe custando sua felicidade, mesmo que por alguns minutos, ao lado dele, visitasse o paraíso.

  9. Isabela

    at

    Entre crushes e quase namorados hoje ela sozinha está mais feliz. Se completou apenas com a felicidade de não ter que depender de ninguém e de não dá satisfação. Então ela hoje segue o caminho da felicidade.

  10. Tales Lima

    at

    Certo dia, descendo pela margem do rio, o homem que nunca olhava para trás, empacou – Então é isso? – e o passado o alcançou de chicotada.

  11. Gabrielly

    at

    Porque ler leva-nos a lugares que nem nos nossos melhores sonhos encontraríamos

  12. Juliano novak almeida

    at

    Esbravejou porque os barulhos a sua volta não o deixavam falar. Percebeu no silêncio que os barulhos lhe interessavam mais o que suas palavras.–
    Não conseguia escrever seus pensamentos.Talvez pense melhor do que escreva.–
    O dia está frio e chuvoso. Não sei por quê, mas isso me agrada.–
    Estou vendo meu sobrinho brincando com o sobrinho do meu melhor amigo. Serão melhores amigos um dia?

  13. Marcos Loris

    at

    Tomei um analgésico, não sei se o alívio foi psicológico, ou se o tal do remédio fez o efeito.

  14. Tarcisio Daniel

    at

    Primeira vez que tento. AHHHH nem ficou tão ruim assim
    Onde ele ia ele não estava lá, só quando se iludia conseguia acordar.

  15. Sra. A

    at

    Sentia me cansada , não sabia o motivo, minha alma ia morrendo a cada dia que passava. Sinto que a cada suspiro é o ultimo! No reflexo de um espelho… la esta o motivo o quão ordinária se tornou minha vida! O quão solitária é a minha rotina, as marcas que a vida me deixou , o tempo que não volta mais, as oportunidades não aproveitadas (…) Aqui jaz uma velha solitária na vida .
    _Será isso ?
    _ O que ira contar em minha tumba?
    Enquanto isso luto eu e o tempo , para mais um dia .

  16. Pedro H. R.

    at

    Em um pulo de alegria, ele percebeu que estava vivendo como um cachorro que não tem perspectiva de morte… Então ele voltou a viver normalmente.

    Reflexivo xD

  17. Kevin D. Sant'Ana

    at

    Ela me perguntou:
    – Será tudo que conhecemos é apenas uma história, e nada disso realmente existe?
    Olhando para o céu ela gritou:
    – Ei senhor, será que não poderia me colocar em uma história melhor?
    E desde então nunca mais sonhei com ela.

    • Dorisvaldo vianna

      at

      muito lindo essa

  18. Aline Gurski Maia

    at

    O que fazia ela sofrer na verdade era o excesso de felicidade que ela já viveu comparado as lágrimas que hoje escorriam ao presenciar a tristeza que seu filho escolheu. Chegou a conclusão que fora a jovem mais feliz do mundo!

  19. Robson Delfino

    at

    Cada gota que pingava no chão lhe trazia à memória cena da infância, tempos felizes, que jamais se repetiriam novamente.

  20. Natalia

    at

    Tentei esta… que acha?

    Correu escada a baixo sem prestar atenção á sua mãe.
    Era importante recuperar seu pobre cão, que ele projetara pela janela num acto irracional de raiva. Descia sem contar degraus, numa corrida louca contra o tempo… Como seria possível ter agido assim desta maneira, apenas porque tinha sido contrariado?
    Não havia tempo para lagrimas. Tinha que chegar antes que seu bom amigo tocasse no chão de forma tao brutal.
    Snoopy, velho companheiro, cúmplice de todos os seus sonhos.
    Poderia até aceitar ficar sem ele, mas não desta maneira!
    Finalmente a porta da rua. O tempo parecia que o tinha escutado … parou!
    Uma criança olhou-o e sorriu, seus olhos brilhavam de alegria, segurando o bonito cão de peluche que lhe caíra do céu.
    Afinal nada acontece por acaso. Era hora de Snoopy fazer outra criança feliz.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© 2020 Corrosiva

Theme by Anders NorenUp ↑