Conheça algumas propostas de planos de aula de leitura, bem como o uso de literatura em sala de aula

Observação: No final deste artigo há um Modelo de Plano de Aula de Leitura e Literatura.

A literatura é um poderoso recursos para estimular a mente dos alunos em sala de aula. Por meio de textos presentes no universo literário é possível expô-los a diversos temas, desde o básico até assuntos complexos.

Seja por meio de pequenas crônicas ou contos, ou mesmo longos romances, os alunos têm sua visão ampliada: são arrancados da sala de aula e suas quatro paredes, e levados para outras dimensões, outras realidades. Novos mundos, novas ideias, intensidades até então desconhecidas. Até mesmo poemas podem ter uma influência poderosa, sendo capazes de auxiliá-los a compreender e expressar suas ideias e sentimentos mais íntimos.

Desenvolver Habilidade Interpretativa

O uso de literatura em sala de aula permite que os alunos compreendam melhor a rica língua portuguesa, bem como estimula sua capacidade interpretativa.

Alguns dos meus textos e contos abaixo apresentam esta abordagem, estimulando os alunos a interpretarem ambientes, situações, personagens, diálogos, etc.

O uso de literatura em sala de aula pode, entre outras coisas, estimular a imaginação dos alunos, desenvolver sua habilidade crítica e aumentar a consciência emocional.

Os textos abaixo são de ajuda para familiarizar os alunos com a riqueza gramatical da língua portuguesa. Com eles é possível explorar a amplitude léxica e discursiva, ao mesmo tempo em que se contempla a apresentação estética da literatura utilizada.

Há diversos benefícios para desenvolver um bom plano de aula de leitura e literatura. Isto envolve o estímulo para que se tornem pessoas mais ativas em sentido intelectual e emocional. Além disso, os alunos são estimulados a reavaliar suas próprias experiências pessoais e sentimentos em relação a diversas situações.

Avaliar Capacidade Interpretativa dos Alunos

Plano de aula de leitura e literaturaPode ser que você, professor(a), não tenha muitas opções quanto aos textos que serão trabalhados em sala de aula. Em seu cronograma de aula, pode ser que textos individuais e livros já estejam previamente determinados.

No entanto, se você tiver uma certa autonomia quanto aos textos e livros que utilizará com seus alunos, é importante considerar a capacidade interpretativa deles. O que você deve avaliar? É preciso considerar fatores sociais e culturais para determinar até que ponto os textos e livros atingirão o objetivo proposto.

Assim, professor(a), pergunte-se:

  • Meus alunos estão familiarizados com as normas ortográficas e gramaticais? São capazes de identificar deturpações gramaticais e ortográficas, em muitos casos, quando o autor as utiliza propositalmente com algum objetivo?
  • Ao ser exposto a este livro ou texto, meus alunos serão capazes de compreender a mensagem que está sendo transmitida?
  • A linguagem é de fácil assimilação?
  • Os alunos ficarão envolvidos com o texto ou é possível que se sintam desmotivados diante da linguagem totalmente estrangeira ao seu cotidiano?
  • Caso a linguagem seja complexa, o texto é envolvente a ponto de estimular os alunos a procurarem se aprofundar nele?

Uso de Poemas em Sala de Aula

Ao lecionar literatura em sala de aula, é provável que já tenha utilizado poemas na grade curricular.  Muitos alunos não conseguem compreender qual o valor de estudar poemas. Mas há grandes vantagens intelectuais e emocionais para o uso deste estilo literário em sala de aula. Alguns deles são:

  • Entender como a língua está sujeita a mudanças;
  • Compreender que, em algumas situações, palavras podem ser inventadas;
  • Ensinar o aluno a utilizar metáforas para se expressar;
  • Mostrar que, embora haja regras ortográficas e gramaticais, a expressão de pensamentos e sentimentos permite exceções e quebra de padrões;
  • Especialmente em uma sociedade onde pessoas são induzidas a esconder suas emoções, os poemas exercem uma influência oposta, demonstrando o valor deste tipo de expressão;
  • Poemas são excelentes para potencializar a mentalidade interpretativa dos alunos. Isto porque eles são obrigados a sair da zona de conforto dos textos literais, e se concentrar no significado simbólico das palavras utilizadas no texto poético.

Plano de aula de leitura e literatura

Exemplos de Poemas Para Trabalhar em Sala de Aula

Atividades e Exercícios de Literatura em Sala de Aula

Quais são alguns exercícios que os professores de língua e literatura podem utilizar em sala de aula? Entre as diversas atividades, as principais são:

  1. Análise: avaliar a linguagem utilizada pelo autor, e quais são as ideias centrais transmitidas por ele;
  2. Comparação: os alunos são expostos a dois textos de autores diferentes e comparam como as ideias correspondem e se diferenciam;
  3. Ampliação: os alunos devem ampliar a história. Por exemplo, podem ser desafiados a narrar eventos não descritos, mas que estão apenas subentendidos no texto ou livro. Outra sugestão é que continuem a narração depois que a história chega ao seu fim;
  4. Redução: eliminar elementos do texto sem prejudicar a contextualização das ideias e eventos;
  5. Alternância: nesta atividade, os alunos devem alternar o formato literário do texto trabalhado. Por exemplo, transformar um poema em um conto. Ou transformar uma crônica em um poema.

Modelo de Plano de Aula de Leitura e Literatura

Identificar Frases de Abertura

O objetivo deste plano de aula é mostrar que a linguagem literária, em muitos casos, não está tão distante da linguagem utilizada por nós no dia a dia. Desta forma, é possível que um trecho poético possa ser confundido com uma prosa, e vice-versa.

  • Selecione 5 crônicas e 5 poemas deste site;
  • Escreva as 5 primeiras frases de cada um destes textos, de forma alternada;
  • Escreva as frases no quadro ou imprima cópias para serem distribuídas entre os alunos;
  • Peça para os alunos identificarem quais são as frases de abertura de poemas.

Exemplos:

  1. “Brilha voracidade em tardo toque” (Tardo Toque);
  2. “Menino com discalculia conheceu menina disléxica” (Discalculia e Dislexia);
  3. “No seu intransigível medo de amar, declarou-se um coração de pedra” (Amor Vagabundo);
  4. “De olhos fechados, te digo” (Cala-me);
  5. “Desce, sinuosa a rua lhe embaralha as vistas” (Verte Pus).

Respostas: Nestes breves exemplos, as linhas de poemas são 1, 3 e 4.

Encenar Poemas

Transformar uma prosa em uma cena, como em uma peça teatral, não é tarefa difícil. Mas como os alunos se sairiam se procurassem encenar poemas? Este plano de aula de leitura possui tal objetivo: interpretar e transferir linguagem poética para nossa vida cotidiana. Além de estimular a criatividade e capacidade interpretativa dos alunos, é uma atividade divertida.

  • Selecione alguns poemas curtos em minha página de Poemas;
  • Imprima cópias suficientes para distribuir entre grupos de 4 ou 5 alunos;
  • Peça para os alunos encenarem o poema em frente à turma (estabeleça um tempo para a encenação, por exemplo, 2 minutos);
  • Após a execução da cena, peça para um dos alunos ler o poema interpretado.

Exemplo:

Saí do Poema

Alguns rabiscos
Teorizando teorias
Construo o sustentável
E nele me apoio (o INsustentável que sou)
Traços recompostos com lápis fino
Gotas de tintas, timbre cinzento
Fugitivo de romances
Eu deixo o amor de lado
E saio do poema.