Corrosiva

Crônicas corrosivas e gestos de amor

QUEM É O MAIOR ANTI-HERÓI DO CINEMA?

A etimologia pode trair a concepção. Mas acredite: anti-heróis não são vilões. São diferentes em dois aspectos. Primeiramente, na própria definição. Numa definição tosca e rasteira, anti-herói é um herói cheio de defeitos. Mas, em segundo, e mais importante aspecto, vilões são personagens extremamente desinteressantes. Sempre recheados das mesmas características: são explosivos, previsíveis, patéticos. A mesma velha e desgastada expressão, a mesma sede de violência, a mesmice do mesmo. Por outro lado, os anti-heróis não estão tão inclinados a soberba. Aproximam-se mais da realidade. E isso é justamente o que os diferencia dos heróis, também. Possuem humor (negro), são irônicos, inteligentes, irritantes. Estão revestidos do oposto ao axiológico positivo: são imprevisíveis por não serem dotado da patética pureza perfeita dos heróis. São eles. São eu e você.

Ao pensar no grande nome entre os anti-heróis do cinema, confusão a vista (o que qualquer um poderia prever). Mas um exclusivo nome tende a desmerecer devidos créditos. Por isso, em minha tosca e infundada opinião, satisfaço minha paixão pelo cinema poético-realista, destacando dois nomes que devem estar no topo de qualquer rol dos anti-heróis do cinema.

TRAVIS BICKLE:

Frustrado, alienado, insone, obcecado, perturbado, egoísta, irônico, bruto, sensível, solitário, paranoico, deprimido, iludido por tentar fazer alguma diferença. Quer mais detalhes?

.

Estranho no Ninho Murphy

RANDLE PATRICK McMURPHY:

Visceral, Randle Patrick McMurphy, o criminoso que se faz passar por louco, torna-se, no final das contas, o mais humano no decadente e agressivo manicômio.

.

Será que fui injusto? Será que isso me torna um anti-herói?

2 Comments

  1. Graziela Ferreira

    11 janeiro, 2014 at 19:46

    Damon Salvatore de Diários do Vampiro, é o melhor exemplo de anti-herói que vi até agora, ele já deixa claro que odeia fazer aquilo que esperam que ele faça e justamente quando as pessoas esperam só o pior, ele vai e surpreende fazendo a coisa certa, é o tipo de personagem que pode te matar de todas as maneiras, menos de tédio!

  2. Com toda certeza é o Alex de Laranja Mecânica. Por favor, quando vemos o feitiço virando contra o feiticeiro, nesse caso nos é tão doloroso ver o vilão ”recebendo o que merece” não é mesmo. Pra mim, o Alex sempre será o maior exemplo de Anti-Herói da história do cinema!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© 2016 Corrosiva

Theme by Anders NorenUp ↑