Corrosiva

Crônicas corrosivas e gestos de amor

Como Escrever Roteiros Para Televisão

E chega aquele momento em que, diante do papel em branco, você resolve alçar voos mais altos. Escrever livros?, você pensa. Tsc tsc. O negócio é escrever para a TV.

Se seus pensamentos criativos já o levaram alguma vez para este nível, o primeiro ponto a ter em mente é o seguinte: se você é um exímio cronista ou romancista, isso não significa que vai se dar bem com roteiros para a televisão. São universos distintos. Por isso, na hora de escrever para a televisão, é preciso se livrar da roupagem romancista dos livros e vestir novos uniformes.

Escrever Para a Televisão: Espaço Reduzido

Antes de começar a escrever para a TV é necessário ser bastante realista: os espaços disponíveis para escritores na televisão são extremamente limitados. E se pensarmos na internet engolindo grande parte da audiência que antes ficava estática, com um olhar lânguido, dominada pela programação televisiva, então o espaço se torna ainda menor.

Há tantos desafios neste ramo, e pífias oportunidades, que muitos preferem deixar a televisão de lado. Mas isso não significa que as oportunidades não existam. Elas estão lá, disponíveis em pequenas proporções, mas podem ser alcançadas pelos mais talentosos e perseverantes.

Definitivamente convencido desta realidade, e se ainda determinado a escrever roteiros para a televisão, hora do próximo passo.

Definindo Programas

O que você deseja escrever, especificamente? Novela (urgh), sitcom, minissérie? Essencialmente, você precisa gostar do formato da programação. Uma vez definido, você precisa assistir estes programas com um olhar mais crítico, e procurar captar a essência criativa de cada um, e como esta é colocada em prática.

Como auxílio, seria bom fazer uma pesquisa na internet por scripts televisivos do programa escolhido. Assim, você conseguirá ter uma noção mais clara da estrutura técnica de um roteiro para a TV.

Como escrever roteiros para a televisão

Descrições

Nos livros, estamos acostumados a fazer amplas descrições sobre ambientes e cenários. Mas isso não acontece nos roteiros de televisão. Os scripts seguem a regra do “menos é mais”. Em muitos casos, ambientes são descritos em poucas linhas, e o roteiro já mergulha de cabeça nos diálogos.

1. INTERNA. NOITE. CASA.

Uma sala pouco iluminada. Vemos apenas uma mesa e duas cadeiras ocupadas por dois jovens, ANDREAS e PAULO. Os dois estão cabisbaixos, deprimidos.

ANDREAS
O que disse?

PAULO
Chegou a hora…

O mesmo se dá no tocante às descrições de personagens. Em um romance, podemos descrever uma personagem detalhadamente: seus gostos, pensamentos, angústias, etc. Mas isso não está disponível na TV. Estas características precisam ser apresentadas ao público de outras formas.

É aí que entram os diálogos. O diálogo é uma importante ferramenta neste respeito.

Diálogos

Visto que tanto da trama depende dos diálogos, tenha em mente que eles precisam ser geniais ou o mais próximo disso. Seja cuidadoso com cada palavra que sai da boca de sua personagem.

Em um livro, você pode encher páginas e mais páginas com um longo e profundo diálogo entre seus protagonistas, mas isso não tem espaço na TV. Ao assistir seu programa favorito, procure acompanhar como os diálogos são construídos e a duração das cenas. Você verá que as conversas precisam ser adaptadas para se encaixarem no formato televisivo.

Agora, se você não gosta de escrever diálogos em seus livros, então, a televisão não é o lugar certo para você.

Escreva um Episódio ou Capítulo de um Programa Existente

Um bom exercício é escrever o roteiro para um programa já existente (o episódio de um sitcom, por exemplo). Não se trata de um exercício criativo, neste primeiro momento, mas uma forma de você se adaptar a esta nova linguagem. Isto significa utilizar a mesma estrutura (número de cenas e páginas), vocabulário técnico (fade in, travelling, dolly out), e o desafio de apresentar diversas informações utilizando principalmente os diálogos.

Mas, uma vez tendo se envolvido com o estilo da escrita televisiva, é hora de engatar a marcha da criatividade e tentar algo mais.

Crie Seu Próprio Programa

Criar programa para televisãoDepois de exercitar a linguagem técnica dos roteiros televisivos, é hora de apostar em seus próprios textos. Você deve criar um piloto para um programa original, o seu programa. Embora seja apenas um episódio, as personagens criadas e a trama desenvolvida precisam ser ricas o suficiente para encher toda uma temporada, por exemplo. Não crie um piloto como se fosse um curta-metragem. Televisão exige continuidade, e roteiristas precisam escrever sob esta ótica.

Por isso, atenção à profundida de cada personagem. Defina claramente quais são seus objetivos em curto e longo prazo. Estabeleça seus medos e segredos. O que amam. O que odeiam. Estes são excelentes exercícios para arrancar personagens da superficialidade e fazer com que se tornem reais.

Mas nada de criar minisséries baseadas no século passado, na idade média ou outro planeta. Pense nos custos para tirar seus textos do papel e colocar na TV. Se você não é um roteirista de renome, será praticamente impossível conseguir apoio para produções que estejam acima do “ultrabarato”. Comédias de situação, entre quatro paredes, é uma boa opção para roteiristas iniciantes.

É verdade que televisão não é exatamente o melhor lugar para revoluções. De modo geral, ela se apega às velhas receitas, com raras exceções. Mas você não vai conseguir um espaço neste meio se ficar apostando no mais do mesmo. Você precisa ser destemido e original.

E como visto, escrever para a TV vai muito além do que simplesmente substituir Capítulo 1 por “Fade in”.

 

borda

Receba Novidades

Insira seu e-mail para ser notificado sobre novas postagens da Literatura Corrosiva!

Seu e-mail (obrigatório)

1 Comment

  1. Vinicius Araújo

    24 julho, 2016 at 14:46

    Juliano, tem uma boa lista de livros sobre roteiro para indicar. Já achei algumas várias, mas com pouco consenso… risos

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

© 2016 Corrosiva

Theme by Anders NorenUp ↑